Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os cearenses que perderam seus empregos em meio a pandemia da Covid-19 tem buscado o seguro-desemprego para continuar tendo uma renda. Mesmo em meio a um cenário de dificuldades econômicas, o Ceará apresentou redução de 23% no número de pedidos do seguro desemprego entre junho e julho deste ano.

Os dados foram divulgados nessa quinta-feira pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. No mÊs de junho, o estado deve mais de 18 mil requerimentos, já em julho o quantidade diminuiu para mais de 14,4 mil. Em todo o país a redução no mesmo período foi de 13%.

O atendimento nas superintendências regionais do Trabalho do Governo Federal pode ser feito pela internet. Para dúvidas e esclarecimentos, o empregado pode acionar as superintendências por meio de formulário online ou ainda pelos telefones que podem ser verificados na página.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp