Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Pelo PSD ou pelo PMDB, o ministro Henrique Meirelles poderá disputar o Palácio do Planalto, nas eleições do próximo ano. Para analistas políticos, a aproximação do ministro da Fazenda com a Assembleia de Deus, a maior instituição evangélica do País, vai além do apoio da bancada evangélica no Congresso Nacional às medidas econômicas do governo.

A conta no Twitter serve agora para mensagens aos brasileiros, não mais somente aos interlocutores da área econômica. “… maior poder de compra aos brasileiros” e “rumo certo” soam mais como propaganda política do que propriamente uma prestação de contas à frente do ministério, que mexe com as finanças do País.

O ex-tucano, que em tempos recentes sondou uma candidatura ao governo de Goiás, agora se movimenta entre peemedebistas em São Paulo, com o aval do chefe Temer.