Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
O trabalho desenvolvido pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) tem ido além dos serviços técnicos e científicos realizados em território cearense. Na busca por melhorias nas atividades, o perito geral da Pefoce, Ricardo Macêdo, participa da Conferência Internacional de Ciências Forenses, a interFORENSICS, que teve início nessa terça (23) e segue até amanhã (25), em Brasília. A partir de agora, o gestor integra a Academia Ibero-americana de Criminalística e Estudos Forenses (AICEF) e compartilha suas experiências com representantes de outros 20 países. Por meio dele, o Ceará participa do evento.

A conferência, que acontece no Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada, é considerada o maior evento integrado de Ciências Forenses da América Latina, com participação de diversos palestrantes e expositores em abordagens a temas relacionados à área. Denominado interFORENSICS, o encontro é realizado pela Academia Brasileira de Ciências Forenses (ABCF) e pela Sociedade Brasileira de Ciências Forenses (CBCF)e reúne profissionais como peritos criminais, médicos-legistas, policiais civis, federais, juízes, membros do Ministério Público, defensores públicos, advogados, pesquisadores e estudantes das diversas áreas das ciências forenses. Além de trocar experiências com base em suas áreas de atuação, os participantes avançam na busca por melhorias para seus estados e países de origem.

Ricardo Macêdo é o mais novo integrante da Academia Iberoamericana de Criminalística e Estudos Forenses (AICEF), que integra 18 países da América Latina e dois do continente europeu (Espanha e Portugal). A organização foi criada em 2004, em Madri, capital do país espanhol. Atualmente, 27 instituições forenses ou com estrutura forense do grupo de países participantessão representadas na Academia, que consiste numa rede de organismos de criminalística. O objetivo do órgão é proporcionar e ampliar a cooperação entre os profissionais e suas instituições de trabalho.

Programação

Dentro da programação proposta, o Perito Geral do Ceará também participa de reunião no Conselho Nacional de Perícia Criminal e da reunião anual da Academia Ibero-americana de Criminalística e Estudos Forenses (AICEF). O evento também abrange encontros de representantes mundiais com experiência e conhecimento reconhecido em genética forense para orientação de políticas e procedimentos da Interpol relativas ao DNA; e do fórum constituído pelos dirigentes das unidades de criminalística da Polícia Federal nos estados e no Distrito Federal, entre outras atividades.

Desde o dia 22 até o dia 26 de maio, também ocorrem o Fórum Técnico de Perícias em Informática (SEPINF) e o Encontro de Aprimoramento em Perícias Contábeis, concomitantemente, em espaços do hotel.

Fonte: SSPDS