Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nova rodada da pesquisa da FSB para o banco BTG mostra um tombo da intenção de votos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), de 26% para 21%, fora da margem de erro e um crescimento do candidato do PDT, Ciro Gomes, em um cenário em que o petista não aparece.

Ciro, que participa de sabatina, nesta segunda, promovida pelo Portal Uol Notícias, cresceu 3 pontos percentuais em relação a última pesquisa e aparece em segundo lugar, com 12% das intenções de votos em um cenário estimulado sem Lula, ficando atrás apenas do presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, que cresceu dois pontos e aparece com 26% das intenções de votos.

Marina Silva sofreu uma forte queda em uma semana na pesquisa estimulada sem o ex-presidente, já que passou de 15% para 11%, num sinal de que começa a perder votos que migram de Lula. Marina e Ciro aparecem empatados tecnicamente em segundo lugar com Geraldo Alckmin, que detém 8% dos votos (um a menos que na semana passada). Já Fernando Haddad, provável substituto de Lula, ainda não se beneficia dos votos do ex-presidente: oscilou um ponto para cima, de 5% para 6%.

No cenário da pesquisa estimulada sem Lula aparecem: João Amoêdo (Novo), com 4%, Alvaro Dias (Podemos), com 3%, e Henrique Meirelles (MDB), Cabo Daciolo (Patriota) e Guilherme Boulos (PSOL), com 1% cada. Os demais candidatos não pontuaram. 18% dos entrevistados disseram que não votariam em nenhum candidato, outros 4% afirmaram votar em branco ou nulo, 5% disseram não saber em quem votar e 1% não respondeu.

A queda de Lula nas intenções de votos coincidiu com a decisão do TSE, que negou o pedido de registro da candidatura do petista. A sondagem, realizada via telefone, entrevistou 2 mil eleitores entre os dias 1º e 2 de setembro, últimos sábado e domingo, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-01057/2018.

Confira outros cenários mostrados pela pesquisa

Na pesquisa espontânea com Lula, o petista aparece empatado numericamente com Jair Bolsonaro – ambos têm 21% cada. Na sequência, aparece Ciro Gomes, com 4%, e João Amoêdo, com 3%, mesmo índice de Geraldo Alckmin e Marina Silva. Fernando Haddad, também incluído neste cenário, aparece com 1% das intenções de votos. Confira os números abaixo:

Lula – 21%

Jair Bolsonaro – 21%

Ciro Gomes – 4%

João Amoêdo – 3%

Geraldo Alckmin – 3%

Marina Silva – 3%

Alvaro Dias – 1%

Fernando Haddad – 1%

Outros – 1%

Ninguém – 14%

Branco/Nulo – 5%

Não sabe – 21%

Não respondeu – 3%

Na pesquisa estimulada com a presença do ex-presidente Lula, o petista se mantém na liderança, com 37% das intenções de votos, seguido por Jair Bolsonaro, com 22%. A surpresa é a presença de Ciro Gomes na terceira posição, com 7% das intenções de votos, seguido por Geraldo Alckmin, com 6%, Marina Silva, com 5%, João Amoêdo, com 4%, e Alvaro Dias, com 3%. Confira os números abaixo:

Lula – 37%

Jair Bolsonaro – 22%

Ciro Gomes – 7%

Geraldo Alckmin – 6%

Marina Silva – 5%

João Amoêdo – 4%

Alvaro Dias – 3%

Guilherme Boulos – 1%

Henrique Meirelles – 1%

Cabo Daciolo – 1%

Outros – 0%

Ninguém – 9%

Branco/Nulo – 2%

Não sabe – 2%

Não respondeu – 0%