Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira indica que o presidente Jair Bolsonaro perdeu cinco pontos percentuais de avaliação ótimo e bom de setembro para dezembro. Agora, 35% da população o avalia dessa forma, enquanto há três meses eram 40%. O resultado, no entanto, é melhor que o obtido há um ano, quando o presidente tinha 29% de ótimo e bom.

A pesquisa, encomendada pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), indica que 33% dos brasileiros consideram o governo ruim e péssimo, um crescimento de quatro pontos percentuais em relação à pesquisa anterior. O número de pessoas que consideram o governo regular era de 29% e agora é de 30%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Entre setembro e dezembro, todas as regiões, à exceção do Nordeste, apresentam queda na popularidade de Bolsonaro. As regiões Sudeste e Nordeste reúnem a maior parcela descontente com o presidente. Para 36%, no Sudeste, e 34%, no Nordeste, o governo está sendo ruim ou péssimo. A região Sul continua sendo onde o presidente é mais popular, com 44% dos entrevistados considerando o governo como ótimo ou bom.

O levantamento também indica que houve uma oscilação no limite da margem de erro em relação a avaliação da maneira de governar. Em setembro, 50% aprovavam a forma como Bolsonaro governa, número que passou para 46%. Já os que desaprovam eram 45% e agora são 49%.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp