Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Petrobras anunciou aumento de 19% no preço médio de venda de gás natural para as distribuidoras de todo o País. Os novos valores entram em vigor a partir de hoje. A proporção do aumento, em reais por metro cúbico, tem relação com o trimestre entre fevereiro e abril. Os preços atualizados seguirão vigentes até o dia 31 de julho e foram ajustados a partir da atualização com base nas fórmulas acordadas, as quais vinculam o preço do gás às variações do petróleo tipo Brent e da taxa de câmbio.

Conforme a estatal, os contratos são públicos e divulgados no site da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. “A atualização trimestral para o gás e anual para o transporte atenua volatilidades momentâneas e assegura previsibilidade e transparência”, ressaltou a empresa.

No entanto, ainda conforme a Petrobras, o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia — as margens das distribuidoras (e, no caso do GNV, dos postos de revenda) interferem no valor do produto, bem como tributos federais e estaduais. O gás natural é o mesmo usado nas residências com gás encanado. O material também é utilizado no Gás Natural Veicular  para abastecimento de carros, além de servir como insumo importante para várias indústrias.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp