Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Federal está nas ruas nesta quarta-feira, 29. A investigação mira no Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro e no presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (PMDB).

A força-tarefa apura o crime de corrupção.

Jorge Picciani é pai do ministro dos Esportes Leonardo Picciani (PMDB).

A empresa da família Picciani foi citada no acordo de leniência de uma executiva da Carioca Engenharia. A matemática Tania Fontenelle declarou que ‘comprou vacas superfaturadas’ de uma empresa da família, a Agrobilara Comércio e Participações Ltda, para caixa 2 de empreiteira.

São controladores da Agrobilara os peemedebistas Leonardo Picciani, ministro dos Esportes do Governo Michel Temer, Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa do Rio, e Rafael Picciani – deputado estadual, secretário de coordenação de Governo da Prefeitura do Rio.

Com informações O Estado de São Paulo