Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O PIB mensal do Itaú Unibanco (PIBIU) ficou estável na passagem de outubro para novembro, conforme estimativa feita com ajuste sazonal.

Para o banco, os últimos dados, em especial os da produção industrial de novembro, trouxeram riscos adicionais à previsão de estabilidade do indicador no último trimestre do ano passado, ainda que indicadores já divulgados sugiram maior atividade econômica em dezembro.

Nas contas feitas pelo departamento de pesquisa macroeconômica do Itaú Unibanco, o PIBIU chegou em novembro acumulando queda de 4,8% em 12 meses. Na comparação com o mesmo mês de 2015, o recuo foi de 2,8%.

Na comparação com outubro, houve alta em sete dos dez índices monitorados pela instituição, com contribuições positivas das vendas no varejo ampliado (alta de 0,6%) e da indústria extrativa (1,5%). A indústria de transformação, por outro lado, encolheu 1,2%.

Para dezembro, a expectativa do Itaú é de aumento de 0,9% do PIBIU na comparação mensal, como resultado da alta aguardada na produção industrial – de impacto parcialmente corroído pela deterioração, embora em menor intensidade, do mercado de trabalho.

Fonte: Estadão Conteúdo