Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em meio à pandemia do coronavírus, a economia da zona do euro registrou uma queda de 12,1% no segundo trimestre deste ano – “de longe” o maior recuo desde o início da série histórica da pesquisa, iniciada em 2015, segundo a Eurostat, a agência oficial de estatísticas do bloco. Considerando os 27 países que fazem parte da União Europeia, a queda foi de 11,9%.

O desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) de abril a junho coloca o bloco econômico em recessão técnica (definida por dois trimestres seguidos de retração). No primeiro trimestre, a economia da zona do euro registrou queda de 3,6%, e a da União Europeia, contração de 3,2%.

A Eurostat lembra que os dados são primeiras estimativas, baseadas em dados ainda incompletos, que poderão passar por revisões. A próxima estimativa está prevista para ser divulgada no dia 14 de agosto.OMS relaciona novos surtos de Covid-19 na Europa com comportamento dos jovens

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp