Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) vai julgar nesta quarta-feira (4), o pedido de habeas corpus ingressado pela defesa do piloto Felipe Ramos, acusado de integrar uma facção criminosa e participar dos assassinatos de dois líderes da organização, Rogério Jeremias de Simone, o ‘Gegê do Mangue’, e Fabiano Alves de Souza, o ‘Paca’.

No dia 15 de fevereiro de 2018, os dois homens foram mortos a tiros em uma emboscada preparada pela própria facção a qual pertenciam, em uma terra indígena, no Município de Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza.

O principal argumento da defesa do piloto é que ele está contribuindo para toda a investigação dos fatos narrados, inclusive, entregou a localização da aeronave e as armas. Segundo o documento, os advogados de defesa entraram em contato com a Polícia Civil e começaram a negociar os termos de uma delação premiada. Mas, antes, Felipe Morais acabou detido em um condomínio de luxo no Município de Caldas Novas, em Goiás, no dia 14 de maio do ano passado, antes do acordo ser concretizado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp