Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O assessor do presidente Michel Temer, o ex-vice-governador do Distrito Federal Tadeu Filippelli vai ser exonerado do cargo que ocupa no Palácio do Planalto, informou nesta terça-feira (23) a assessoria da Presidência.

Embora a assessoria do Planalto ainda não confirme a demissão, a colunista do G1 Andréia Sadi afirma que Temer já assinou a exoneração do assessor. Segundo a mesma, a demissão será publicada na edição desta quarta-feira (24) no “Diário Oficial da União”.

O assessor foi preso nesta terça pela Polícia Federal na Operação Panatenaico, que investiga um suposto esquema de corrupção que desviou dinheiro da obra de reconstrução do estádio Mané Garrincha, em Brasília.

O ex-vice-governador do DF atua no 3º andar do Palácio do Planalto, mesmo pavimento do gabinete de Temer. Ele era é assessor especial de Temer desde setembro do ano passado. A remuneração de Filippelli na função é de R$ 12.445,7.

Créditos do Jornal O Globo