Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em 146 anos de história, o Poder Judiciário cearense realizou, na tarde desta quinta-feira (24), a primeira eleição virtual para Presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). A escolhida foi a vice-presidente da Corte, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, que ocupará o cargo no biênio 2021/2023. A magistrada será a terceira mulher a assumir o mais alto posto da Justiça estadual.

Os desembargadores Abelardo Benevides e Paulo Airton Albuquerque foram eleitos, respectivamente, vice-presidente do TJCE e corregedor-geral da Justiça do Estado. A eleição, realizada pelo Pleno da Corte, foi transmitida ao vivo pelo canal oficial do Tribunal no YouTube. Assista aqui a sessão.

O atual presidente do Tribunal, desembargador Washington Araújo felicitou os novos gestores. “Parabenizo o Colegiado pela sensatez na escolha, são excelentes magistrados. A desembargadora Nailde tem exercido desde o ano passado a Vice-Presidência, o que é importantíssimo porque é um momento de muito aprendizado, para depois assumir a Presidência, e falo pela minha experiência pessoal porque também fui vice, e foi um momento enriquecedor porque pude identificar as nossas carências e os pontes fortes.”

O chefe do Judiciário cearense afirmou que essa experiência o permitiu traçar um plano de gestão que atualmente está sendo executado.

Nós saímos do último lugar em produtividade (cinco anos atrás), para o nono Tribunal mais produtivo do País no ano passado. Acredito que vamos avançar mais ainda, pois com o Promojud, que trará recursos destinados à transformação digital, seremos referência nacional.

Também ressaltou as qualidades dos novos dirigentes e desejou boa sorte.

Vossa excelência tem todas as condições de fazer uma grande gestão, com o apoio do desembargador Abelardo Benevides, magistrado experimentado, que já dirigiu o TRE, e do desembargador Paulo Aírton, um dos homens que mais entende de Direito Registral no Brasil. Que a sua gestão seja profícua.

Conheça o perfil

Natural do Município de Aurora, na Região do Cariri, a Desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira exerce a Magistratura há 34 anos.

Assumiu as funções de Juíza em 1986 e a partir daí comandou as comarcas de Marco, Acaraú, Jucás, Orós, Saboeiro e Icó. No ano de 1992 foi transferida para a Comarca de Fortaleza.

Em 2009, foi eleita, pelo critério do MERECIMENTO, Desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará.

Simultaneamente desde seu ingresso na Magistratura, desempenhou funções na Justiça Eleitoral no interior e na capital. No período de 2015 a 2019 exerceu a Vice-Presidência, Corregedoria e Presidência do Tribunal Regional Eleitoral, presidindo no Estado ao Ceará as eleições gerais de 2018.

Atualmente, a Desembargadora ocupa a Vice-Presidência do Tribunal de Justiça.

De perfil discreto, com vasto conhecimento e respeitabilidade no mundo jurídico cearense, a Desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira será a terceira mulher a ocupar a presidência do Tribunal, em seus 146 anos de existência. Antes, apenas as também desembargadoras Águeda Passos e Iracema do Vale ocuparam o cargo.

Detalhe: Sua eleição entra para a História como a primeira que aconteceu de forma remota.

Em seu discurso de agradecimento, a nova presidente destacou que sua eleição para a Presidência do Tribunal de Justiça “representa o compromisso com uma gestão aberta, transparente e participativa”.

A Justiça cearense ganhará, sem dúvida, um comando de uma Desembargadora respeitada, com vasta e comprovada experiência de gestão e com condições de assegurar novos avanços na modernidade da Justiça Cearense. Ela assume a presidência do Tribunal de Justiça no final do mês de Janeiro de 2021.