Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Dando continuidade às ofensivas para o cumprimento de mandados de prisão da “Operação Poseidon”, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia Municipal de Cascavel, capturou dois últimos suspeitos, na manhã desse domingo (09), no município de Cascavel, na Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13). Um adulto e o irmão dele, menor de idade, foram capturados por envolvimento no tráfico de drogas na cidade. A primeira fase da operação, deflagrada no dia 5 de julho, resultou em 20 capturados entre adultos e adolescentes.

Após investigações das equipes de inteligência, os agentes localizaram Diogo Alves da Silva (30), que foi imediatamente preso e recolhido à cadeia pública local. O suspeito, irmão dele, de 15 anos, também foi encontrado na operação e conduzido para a delegacia. Em desfavor dele foi lavrado um ato infracional por tráfico de drogas. Conforme investigações, Diogo e o irmão possuem envolvimento com a atividade ilícita no município. As capturas tiveram apoio de efetivo da Força Tática de Apoio (FTA) da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE).

A titular da Delegacia Metropolitana de Cascavel, delegada Márcia Janine, destaca o apoio da população e assegura que manterá as investigações sobre o caso. “Nosso próximo passo é analisar os materiais que foram apreendidos e identificar outros suspeitos envolvidos com o tráfico de entorpecentes na região. Daremos continuidade aos trabalhos policiais e contamos com o apoio da população para nos auxiliar a combater esse crime no município”, ressalta a delegada.

Com participação de quase 200 profissionais da segurança pública das Polícias Civil e Militar, além de efetivo do Corpo de Bombeiros Militar e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), a Operação Poseidon é resultado de investigações que tiveram como foco o combate ao tráfico de drogas no município de Cascavel. Ao todos, 22 mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos em uma comunidade conhecida por Bica. Durante a operação, foram apreendidos celulares, chips de operadoras tefônicas, uma quantia em dinheiro, uma pequena quantidade de drogas e artefatos para a preparação de entorpecentes. Vários comprovantes de transações bancárias também foram encontrados e serão analisados pela Polícia Civil.

Fonte: SSPDS