Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um laboratório de drogas foi fechado e três pessoas foram presas suspeitas de tráfico de entorpecentes para abastecer facções criminosas que atuam em todo o Ceará, de acordo com a Polícia Civil. Segundo os policiais responsáveis pela prisão, o grupo foi preso em Fortaleza. A polícia fazia abordagens quando parou um carro ocupado por um casal. O comportamento do casal chamou a atenção dos policiais que resolveram revistar o veículo. Nele foi encontrado dorgas como crack e maconha.

Nas investigações, a polícia descobriu que eles vinham do município de Quixadá onde realizaram uma entrega de droga. Segundo o delegado Osmar Berto, o homem é suspeito de chefiar a quadrilha e assumiu os crimes.

“Atualmente o tráfico de droga tem sido a principal atividade que abastece os grupos criminosos, não só no Ceará, mas em todo o Brasil, inclusive, eles haviam acabado de fazer uma entrega e fariam outra no mesmo dia”, afirma o delegado.
A prisão do casal deu início a uma investigação policial e como resultado chegou a um laboratório de processamento de drogas localizado em Pacatuba, na Grande Fortaleza. No local foram apreendidas maconha e mais de mil pedras de crack e um terceiro suspeito foi preso.

“Os levantamentos iniciais apontam que eles não trabalhavam com droga pura, mas uma mistura, que pode ser ainda mais nociva para o indivíduo”, explica o delegado. Osmar Berto acredita que eles chefiam uma quadrilha. Outros suspeitos foram identificados, estão sendo investigados e devem ser presos nos próximos dias.

 

Fonte: G1 CE