Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Civil do Estado do Ceará cumpriu, na manhã desta quarta-feira (08), um mandado de busca e apreensão, após uma investigação desenvolvida por policiais da Delegacia Municipal de Campos Sales, na Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11), sobre um esquema fraudulento, que atuava na cidade, conhecido por “Fraude da Pirâmide”. A ação ocorreu em um imóvel, situado na cidade de Araripina, no Estado de Pernambuco. A residência pertence a uma mulher, que é investigada por ser a pessoa que chefiava a prática enganosa no Ceará.

A empresa, onde funcionava a dinâmica fraudulenta, atraia os consumidores com promessas vantajosas de compras premiadas e sorteios. Após entrar no esquema, as pessoas envolvidas pagavam, mensalmente, parcelas referentes aos bens ainda não recebidos. Contudo, todo mês era realizado um sorteio, que resultava em um dos contribuintes contemplado. Por fim, o consumidor recebia o seu bem e era isento de pagar as prestações remanescentes.

Como forma de dar sustentabilidade a “pirâmide”, uma nova pessoa era inserida e assumia o restante das mensalidades deixadas pelo último contemplado. Dessa maneira, aos poucos, o esquema passou a declinar pela falta de novos integrantes. Fato que resultou em várias pessoas prejudicadas. Porém, a investigada, na época, continuava a ostentar as riquezas provenientes do esquema.

Na residência da suspeita, a Polícia encontrou vários documentos que comprovavam os crimes. Todo o material foi apreendido e encaminhado para o Poder Judiciário, ainda nesta quarta-feira, no intuito de serem tomadas as medidas pertinentes ao fato. A Polícia Civil mantém as investigações sobre o fato, com o objetivo de realizar outras diligências que levem a elucidação do inquérito policial.

Fonte SSPDS