Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Duas ações realizadas pela Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), na última sexta-feira (03), resultaram no “estouro” de dois laboratórios de drogas que funcionavam nos bairros Varjota e São João do Tauape, na Área Integrada de Segurança 03 (AIS 03) de Fortaleza. Dois homens foram presos, cerca que 15 quilos de drogas e três armas, sendo uma submetralhadora e dois revólveres – um deles banhado a ouro –, foram apreendidos.

Varjota

O primeiro laboratório descoberto pelos policiais civis funcionava em um apartamento localizado na Rua Tavares Coutinho. A Polícia Civil identificou o local, após investigações acerca do tráfico de drogas nos bairros Aldeota, Meireles, Papicu e Varjota.  O responsável pelo local foi identificado e capturado quando chegava ao apartamento. Trata-se de Jonatan Menezes da Costa (32), o “Chacal” ou “Jonnhy Bombado”, que já responde por tráfico de drogas, homicídio e posse ilegal de arma de fogo.

Os policiais foram com Jonatan até o apartamento e lá apreenderam uma submetralhadora calibre .40, dois revólveres calibre 38 – um deles banhado a ouro -, 53 munições de calibres variados, além de 10,5kg de cocaína, 20,8 kg de mineíta (pó branco utilizado no refino do crack), 870 gramas de maconha, 335 gramas de crack e material para fabricação e embalagem dos entorpecentes.

Jonatan foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, para a sede da DCTD, onde foi autuado em flagrante por tráfico além de posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e de uso permitido. Conforme a delegada Patrícia Bezerra, diretora da DCTD, o preso integra a mesma organização criminosa da qual faz parte José Edson Honório de Sousa (26), o “Tourão”, que já responde por tráfico de drogas e homicídio, que foi capturado no último dia 23, em uma ação da DCTD, no bairro Luciano Cavalcante. Com ele, os policiais apreenderam drogas e uma pistola que estavam escondidos em um fundo falso na residência dele.

São João do Tauape

O segundo laboratório estourado foi localizado na Rua Paulo Firmeza. O responsável pelo local foi identificado como Pedro Henrique Barbosa Soares (23), que já responde por homicídio. Os policiais abordaram o homem, que era investigado pela especializada, nas proximidades de um posto de combustível, na Avenida Raul Barbosa. Ele estava em um veículo Gol, de placas OSU 6054, e quando foi abordado, portava uma quantidade de crack dentro do carro. Após a prisão, os policiais seguiram até a residência dele e lá apreenderam: 390 gramas de cocaína, 1.5 quilo de maconha, 190 gramas de crack, 150 gramas de pó branco (tipo mineíta, utilizado para fabricação do crack), além de apetrechos para fabricação e embalagens de drogas. Pedro Henrique foi conduzido para a sede da DCTD, onde também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

De acordo com a delegada Patrícia, as drogas apreendidas nas duas ações tinham como destinos as festas de pré-carnaval, que ocorrem neste período. “Intensificamos o trabalho das equipes policiais visando identificar e prender os principais responsáveis pela distribuição de drogas neste período. As investigações continuam”, avisa a delegada.

Fonte: SSPDS