Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por causa da atual situação de saúde enfrentada por diversos países do mundo, incluindo o Brasil, em razão da propagação do novo coronavírus, as crianças e os adolescentes (e toda a família) se encontram em casa, passando por um período de isolamento social. A medida tem como objetivo evitar a disseminação do vírus. Diante desse cenário, a Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescentes, orienta pais e responsáveis dos menores de idade com dicas para protegê-los contra crimes virtuais.

Durante esse período, é importante redobrar a atenção e o acompanhamento diário, pois as crianças e os adolescentes estão sendo muito mais expostos por estarem mais tempo na internet. Como sugestão aos pais e responsáveis, também se orienta que eles realizem outras atividades que não utilizem o meio eletrônico, a fim de ocuparem o tempo livre. Mas, se não for possível evitar que eles passem muito tempo na Internet, observe as dicas a seguir.

A primeira dica é sempre estar atento aos sites acessados pelas crianças ou adolescentes, que podem ter contato com páginas de conteúdo impróprio, como pornografia e violência, além de correntes ou desafios que induzem a práticas de automutilação, e consequentemente, que causam riscos à vida. Nesse ambiente que demanda cuidado, algumas pessoas agem de má-fé, sob a falsa sensação de anonimato. Por isso, o acompanhamento dos pais sobre quais pessoas estão se relacionando com seus filhos é fundamental para evitar aliciamentos, chantagens e outras práticas criminosas.

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp