Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A Polícia Civil do Estado do Ceará prendeu um homem suspeito de matar a ex-esposa no município de Paracuru, na Área Integrada da Segurança 17 (AIS 17). A prisão do homem foi realizada, na manhã desta quinta-feira (16), por força de um mandado de prisão preventiva. A vítima foi esfaqueada pelo ex-companheiro, não resistiu aos ferimentos e faleceu oito dias depois do crime.

De acordo com as investigações, Joaquim Correia da Silva não aceitava o fato de Maria Correia de Freitas ter se separado dele. Os dois mantinham uma união estável há mais de 20 anos. O casal teve três filhos, que moravam com a mãe desde o fim do relacionamento, há cerca de oito meses. O crime praticado por Joaquim aconteceu, no dia 3 de março, na localidade de Grossos, quando ele desferiu vários golpes de faca e fugiu após o delito. Maria foi socorrida para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital, no dia 11 de março.

Para o titular da Delegacia Municipal de Paracuru, a motivação para o crime está clara. “Joaquim não aceitava o fim do relacionamento. Ele queria reatar a todo custo, ao ponto de ameaçá-la de morte por diversas vezes. Ademais, não aceitava que sua ex-companheira tivesse outro relacionamento que não fosse com ele, assim como não aceitava que ela saísse para se divertir com as amigas”, detalha o delegado.

Joaquim, que não respondia a nenhum procedimento anterior, foi autuado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e contra a mulher por razões da condição de sexo feminino (feminicídio). Ele foi recolhido à Cadeia Pública do município e se encontra à disposição da Justiça.

Fonte: SSPDS