Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Civil investiga caso de um empresário que foi denunciado por várias pessoas por aplicar o golpe do falso pacote turístico. Segundo a Polícia Civil, o professor da rede pública Janilson Ferreira Lima anuncia a venda de pacotes turístico na sala de aula. Ele recebe o valor das passagens, mas não oferece o serviço.

Foram registrado 13 boletins de ocorrência, no 2º Distrito Policial sobre o caso, mas de acordo com um levantamento das próprias vítimas do golpe, pelo menos cerca de 60 pessoas foram enganadas. O delegado pediu a prisão preventiva do suspeito, mas a Justiça negou.

Enquanto o caso não é solucionado, a polícia fala que o suspeito segue vendendo pacotes turísticos, um deles com saída agendada para julho com destino a Santiago, no Chile. Uma das vítimas diz que recebeu uma ligação do suspeito em que ele afirmou que precisaria fechar novos contratos para devolver o dinheiro a pessoas que já haviam pago pelo pacote.

A defesa de Janílson diz que a empresa entrou com um pedido de falência e afirma que o empresário vai pagar todos os investimentos feitos pelos clientes que não receberam pelos serviços.