Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em continuidade às ações de combate ao crime e em resposta aos ataques sofridos nos últimos dias, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) efetuou a prisão de dois indivíduos pertencentes a um grupo criminoso, sendo um menor e um maior de idade. A ostensiva ocorreu na manhã desta quarta-feira (28), no bairro Novo Maranguape, Área Integrada de Segurança 12 (AIS12), em Maranguape. Duas armas foram apreendidas, além de um coquetel molotov. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) investiga a possibilidade de participação dos suspeitos em ações criminosas ocorridas em Fortaleza e em outros municípios da Região Metropolitana.

Os militares realizavam diligências com o intuito de averiguar uma denúncia de um carro roubado na Avenida Senador Almir Pinto, quando, ao se aproximarem de uma parada de micro-ônibus, visualizaram um táxi. Os ocupantes do veículo demonstraram nervosismo ao visualizarem a viatura. Os policiais deram ordem de parada ao motorista e verificaram que havia dois passageiros no carro. A equipe solicitou que os indivíduos saíssem do automóvel para realizar busca pessoal, momento em que o adolescente, ao sair do carro, deixou cair uma arma no assoalho do veículo. O maior de idade, identificado como Joélio Cisnandes da Silva (25), também estava com um revólver, calibre 38.

Durante conversa com os dois suspeitos, os PMs perguntaram o envolvimento da dupla em uma ocorrência na noite anterior, em uma comunidade do município, onde um grupo armado efetuou disparos e tentaram atear fogo em uma residência, com a finalidade de expulsarem os moradores e assumir o controle do tráfico de drogas. Os dois assumiram participação direta nesse delito. O menor informou que a mãe e o irmão estão presos por tráfico de drogas e que o mesmo precisava assumir a venda dos entorpecentes que era realizado no conjunto habitacional onde morava. Quando os militares chegaram ao prédio, populares entregaram um coquetel molotov que havia sido deixado pelos indivíduos.

No táxi, os policiais localizaram duas balaclavas – acessório utilizado para tapar o rosto – e realizaram a prisão de Joélio, além da apreensão do menor. A dupla, assim como o material apreendido, foi conduzida para a Delegacia Metropolitana de Maranguape, onde o maior foi autuado por porte ilegal de arma e associação criminosa. O Adolescente foi apreendido por crime análogo ao porte ilegal de arma e associação criminosa.

Reforço de policiamento

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE) informa que desde o último sábado (24), a Polícia Militar do Ceará (PMCE) reforçou o policiamento, com apoio da Guarda Municipal de Fortaleza, no tocante a coletivos e corredores onde há o tráfego de veículos do transporte urbano da Capital. O plano de segurança foi traçado durante uma reunião que envolveu, além da cúpula da SSPDS, representantes da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

Policiais em motocicletas e viaturas estão distribuídos em rotas mapeadas pela Etufor e pelo Sindiônibus. Já nos terminais, o reforço acontece em parceria com a Guarda Municipal de Fortaleza. Acontece também uma ocupação tática nas garagens das empresas de ônibus. Duas aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também participam da ação, sobrevoando as áreas pré-definidas pelos órgãos responsáveis.

Outras Prisões

Um trabalho em conjunto entre as Polícias Civil e Militar resultou na identificação do autor das ameaças de ataque ao prédio da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), em Sobral, na Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14). De acordo com as investigações, as chamadas de pessoas ameaçando incendiar o prédio da Ciops de Sobral partiram de um chip cadastrado no nome de José Fábio Alves da Silva Maciel (36), que se encontra preso por tráfico e furto, na Penitenciária Industrial Regional de Sobral (PIRS). Durante a vistoria na cela do suspeito, realizada nesse domingo (25), foram apreendidas drogas e celulares, incluindo o aparelho que originou as ligações.

A SSPDS informa que a Polícia Militar do Ceará (PMCE) realizou mais três prisões de indivíduos suspeitos de participarem de tentativa de incêndios a coletivos e de efetuarem disparos de arma de fogo em frente a prédio público, em Fortaleza. Com a prisão desses três suspeitos e a identificação do detento da PIRS, em Sobral, sobe para sete o número de pessoas que estão sendo investigadas por participação nas ações criminosas registradas nesse fim de semana. Ainda na noite de sábado (24), Bruno da Silva Triunfo (20) – sem antecedentes – foi preso em uma motocicleta, portando uma pistola calibre 380, com 13 munições, no bairro Vila União.

A participação dele em disparos de arma de fogo em frente ao prédio da Empresa de Transportes Urbanos de Fortaleza (Etufor) está sendo investigada. Outros dois homens foram presos em uma motocicleta, por policiais do Controle de Distúrbios Civis (CDC) do Batalhão de Choque (BPChoque), na manhã desse domingo (25), na Avenida Presidente Castelo Branco (Leste Oeste), portando uma mochila com garrafas contendo cerca de nove litros de gasolina. Os suspeitos presos são: Luís Daniel Oliveira Beserra (19), que já responde a tráfico de drogas, e José Venício da Costa Andrade (25), sem antecedentes.

Na noite de sábado, já haviam sido presos dois suspeitos que estavam com um galão de gasolina, na Rua Castro e Silva, próximo à Praça da Estação. Os indivíduos foram identificados como Daniel Vanderlei de Freitas Costa (24) e Antônio Elton Lopes Cassiano (29), que tem três passagens por roubo, por porte de arma de fogo e identidade falsa. Um terceiro homem – Igor Victor da Silva Fernandes (18) – também foi preso, na noite de sábado (24), na Rua Padre Mororó, também no Centro, com outro galão de gasolina.

Com informações da SSPDS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp