Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Três das disciplinas aplicadas na Instrução de Nivelamento de Conhecimento (INC), para agentes de segurança que ingressam na Força Nacional do Brasil, são ministradas por um policial civil cearense. O curso, que é realizado em Brasília, conta com os ensinamentos do diretor da Divisão de Proteção ao Estudante (Dipre) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), inspetor Silvio Maia. Com aulas teóricas e demonstrações práticas, ele atua como instrutor da Força Nacional da Academia Nacional de Polícia.

Silvio ministra aulas sobre Isolamento e Preservação de Local de Crime, para membros das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), e Balística Forense e Investigação de Homicídio, para membros das Forças Armadas e Polícia Militar. Ao todo, são aproximadamente 480 discentes de estados das regiões Sul e Sudeste do país. A capacitação é realizada na Academia Nacional de Polícia, da Polícia Federal, em Sobradinho – Região Metropolitana do Distrito Federal –, tem duas semanas de duração e segue até o próximo sábado (1º de abril).

“É muito bom disseminar as experiências e o conhecimento que adquirimos na Polícia Civil do Ceará, fazer essa troca de idéias”, avalia Silvio. Além de diretor da Dipre, ele também integra o quadro de professores da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp) e é cofundador da instituição, onde leciona sobre local de crime, criminalística e tópicos de criminalística. “É um orgulho muito grande termos a oportunidade de estarmos aqui, de mostrar para todo o Brasil o nosso trabalho”, finaliza. A atuação de Maia no curso foi solicitada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e ele foi cedido pela Secretaria da Segurança do Estado do Ceará (SSPDS).

Mas esta não é a primeira vez que ele representa seu Estado em um evento nacional. Em 2013, o policial participou do Congresso Internacional de Perícia, também em Brasília. Na oportunidade, Silvio Maia apresentou trabalho sobre balística forense – análise e resíduo do tiro.

Fonte: SSPDS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp