Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Polo Químico

Nos 31 anos do aniversário de Guaiúba, comemorado no dia 17 de março, o município ganhou de presente a conclusão da primeira etapa do Polo Químico, um empreendimento que vai abrigar 27 empresas e gerar renda e emprego diretamente para 2 mil pessoas e 6 mil empregos indiretos.  A expansão do setor químico cearense mostra um novo momento. Além do Polo Químico, foram anunciadas recentemente a vinda do grupo Raymundo da Fonte, controlador da Brilux e a duplicação da Limpa Fácil. A Brilux deve investir R$ 56 milhões e gerar 300 empregos diretos e 1.000 indiretos. Já a ampliação da Limpa Fácil prevê aporte de R$ 9,5 milhões, 120 empregos diretos e 480 indiretos.

Ainda a refinaria

O projeto de uma refinaria para o Ceará  tem se transformado em uma batalha incansável para o assessor de assuntos internacionais do Governo do Estado,  Antônio  Balhmann.  É dele a persistência para incluir sua proposta como prioridade no acordo comercial Brasil-China. Balhmann apresentou mais uma vez os detalhes da planta de refino em reunião da recém-criada comissão que vai definir a nova politica de refino e distribuição de combustíveis. Foi nesse encontro que Balhmann detalhou o que pode ser concretizado e os parceiros que demonstram interesse na proposta, como a petroleira chinesa Guangdong Zherong Energy (GDZR) e a empresa iraniana National Iranian Oil Company (NIOC). Mas o calendário eleitoral vai tirar Balhmann momentaneamente do jogo. É que até o fim deste mês ele se desincompatibiliza do cargo e reassumira seu mandato parlamentar na Câmara Federal. Vai tentar a reeleição.

Pecém-Roterdã

Outro projeto que ainda não deslanchou mas que gera expectativa é o aguardado acordo comercial entre o Porto do Pecém e o Porto de Roterdã (Holanda). Marcada inicialmente para o fim do ano passado e depois para fevereiro, a assinatura ainda não tem data certa para ocorrer e nem está definido o modelo administrativo que deve reger os contratos e a atuação de cada parte. Os holandeses falam em aquisição, já o Governo do Ceará fala em parceria.

Energia

O Ceará será um dos estados beneficiados com novos projetos para linhas de transmissão de energia. A Secretaria-Geral da Presidência da República qualificou 31 novos empreendimentos para dar continuidade aos processos de licitação. Até o momento quase 50% do cronograma previsto pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI)  foi executado e, segundo a secretaria, os 70 empreendimentos concluídos vão gerar cerca de R$ 142 bilhões de investimentos nos próximos anos.

PIB em alta

Em seu bate papo semanal pelo facebook, o governador Camilo Santana antecipou na terça-feira o crescimento do PIB do Ceará em 2017. O Estado registrou alta de 1,87% na geração de riquezas, número  superior à média nacional, que foi de 1% no mesmo período.

No último trimestre do ano, de outubro a dezembro, o crescimento da economia estadual foi de 3,24%. No Brasil, O PIB teve avanço de 2,1%. Além desse resultado da economia, o governador informou que o Ceará foi o estado brasileiro que mais investiu no ano passado, quase 14% da receita corrente líquida, superando a média nacional de 5%. Em ano eleitoral como este, os números ganham ainda mais relevância.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp