Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Porto do Pecém apresentou resultados positivos em 2019. O terminal portuário cearense movimentou 18.100.767 toneladas de cargas entre janeiro e dezembro do ano passado. uma média de mais de 1 milhão e meio de toneladas por mês. O resultado é 5% maior que  registrado em 2018, quando foram movimentadas 17.214.859 toneladas.

Durante o ano passado, os embarques tiveram um aumento de 16%. Ou seja, mais cargas foram exportadas do Ceará para o mundo através dos navios que atracaram no Porto do Pecém.

Não à toa a quantidade de embarcações que passaram pelos berços do terminal cearense saltou de 620 em 2018 para 703 em 2019. Com esses números, o porto do Pecém registrou a maior movimentação anual de navios da história.

No ano passado, o Porto do Pecém ganhou uma nova linha para escoar a produção de frutas da região nordeste para a Europa, além disso o terminal portuário passou a exportar manganês extraído do município cearense de Pentecoste para portos da China e Indonésia.

Começar o ano com um novo recorde no nosso histórico de movimentação de cargas anima toda a nossa equipe do Complexo do Pecém a buscar mais marcas expressivas. Por isso, nossa expectativa para 2020 é a melhor possível. Não só pelos resultados obtidos em 2019, mas também pela licitação da ZPE II que está em andamento e ainda pelo desfecho de algumas negociações iniciadas no ano passado, diz Danilo Serpa, presidente do Complexo do Pecém.

A expectativa para este ano é que a capacidade operacional do Porto do Pecém seja ampliada com a entrega de novos equipamentos. Para este ano, uma nova rodovia para escoar a produção de placas de aço produzidas pela Companhia Siderúrgica do Pecém, um novo portão de acesso (Gate 2), uma nova ponte e um novo berço de atracação devem ser inaugurados pelo governador Camilo Santana até o fim do primeiro trimestre de 2020.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp