Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Academia Enem – Turmas Avançadas será um complemento nas horas de estudo do aluno, que cursará normalmente o período letivo ao qual está inscrito e, no contraturno, participará do programa. Os estudantes público-alvo da atividade são os que têm interesse em vestibulares de concorrência nacional como o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), Instituto Militar de Engenharia (IME) e Universidade de São Paulo (USP). “Estamos dando a esses jovens novas oportunidades para os mais difíceis vestibulares de todo o Brasil. Estamos reproduzindo a mesma experiência vitoriosa das escolas privadas na rede pública de ensino. Neste primeiro ano, o projeto está começando com 160 jovens do 9º ao 3º ano, mas, a partir desta experiência, queremos ampliar até termos uma escola só de turmas especiais do 6º ao 3º ano”, afirmou o Roberto Cláudio.

O programa conta com quatro turmas, sendo 40 alunos para cada uma, do 9º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, de quatro escolas estaduais de Fortaleza. Nestas turmas especiais, as aulas acontecerão de segunda a sexta-feira, das 13h20 às 19h, na Escola Estadual Paulo Ayrton.

De acordo com o coordenador da Juventude, Julio Brizzi, os jovens participantes do Academia Enem – Turmas Avançadas receberão três refeições ofertadas pelo projeto, sendo almoço, lanche e jantar; além de fardamento, transporte, material pedagógico e professores especialistas em concursos nacionais. “Os estudantes têm aulas de Matemática, Física, Química e Biologia e no segundo semestre terão curso intensivo de redação”, disse o coordenador.

Para a aluna do 2º ano do Liceu, Cíntia Cruz, o Academia Enem – Turmas Avançadas é uma grande chance para todos os alunos. “Este projeto está agregando ainda mais conhecimento na nossa vida acadêmica. Temos ótimos professores que nos apoiam nos estudos e emocionalmente. Quero agradecer o Prefeito que vai fazer de nós melhores adultos”, comentou.

O Academia Enem – Turmas Avançadas é uma parceria entre a Coordenadoria de Juventude, a Secretaria de Educação do Estado (Seduc) e a Secretaria Municipal de Educação (SME), além de receber o apoio pedagógico de AADEX/EP e CAEX/EP.

Com informação da A.I