Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito Roberto Cláudio lançou, nesta quinta feira (23/03), o Mini Bicicletar. O projeto busca incentivar o uso da bicicleta, desde a infância, por meio de ações educativas e opções de lazer para as crianças em espaços públicos. Assim como acontece com o bicicletar e as bicicletas compartilhadas, o novo sistema terá investimentos da Unimed Fortaleza e a Serttel será a empresa responsável por implantar, operar e dar a manutenção no sistema.

Até junho de 2017, cinco estações funcionarão em Fortaleza como um projeto piloto. Elas serão instaladas no Pólo de Lazer da Sargento Hermínio, Avenida Beira Mar, Praça Luíza Távora, Praça Carlos Alberto Studart (praça das flores) e Lago Jacarey. “São locais seguros, já revitalizados e que não precisam de praticamente nenhuma intervenção. Como são espaços públicos bem centralizados, as pessoas poderão acompanhar de perto a implantação e caso gostem, ampliaremos e consolidaremos essa nova política”, disse o Prefeito.

As regras para o Mini Bicicletar são as mesmas das Bicicletas Compartilhadas. A hora custará R$5. O passe mensal, R$10 e o passe anual será R$60. Usuários do bilhete único terão passes gratuitos. Para adquirir os passes, pais ou responsáveis realizam o cadastro no site www.bicicletar.com.br. Lá, haverá uma aba específica para os equipamentos infantis. Para o secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia, o novo projeto vai ajudar a conscientizar o uso de modais sustentáveis. “É uma experiência que vai formar uma nova geração de ciclistas na cidade.”

Inicialmente, 50 bicicletas infantis estarão disponíveis. Sistemas semelhantes já foram adotados com sucesso em Paris e em Santos. “Não tenho dúvidas de que, assim como aconteceu com as bicicletas compartilhadas, o mini bicicletar será uma febre em Fortaleza. Continuamos a buscar uma consciência coletiva de reduzir a dependência do carro. É saudável para si e para toda cidade”, disse o Prefeito Roberto Cláudio.

Bicicletar

O sistema de bicicleta compartilhada começou há dois anos em Fortaleza. Hoje, a cidade tem 80 estações e uma média de seis viagens por dia, totalizando mais de 1 milhão de viagens no período, com as 800 bicicletas de cor verde.

Bicicleta integrada

O projeto pioneiro no Brasil pelo foco na integração com o transporte público é mais uma alternativa para locomoção em Fortaleza. São 250 bicicletas integradas distribuídas na cidade.

Com informação da A.I