Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), deve entregar o Estádio Presidente Vargas para jogos oficiais a partir do próximo dia 16 de maio. As obras para adequações técnicas, de segurança e de acessibilidade do PV, cumprindo todas as requisições referentes às novas exigências do Ministério do Esporte, com base no Estatuto do Torcedor, estão sendo concluídas. A reforma, que começou em fevereiro deste ano, custou aproximadamente R$ 1,5 milhão, executando as adaptações necessárias na acessibilidade dos torcedores com a setorização das arquibancadas, instalação de corrimãos, além de diversas melhorias internas como substituição de pisos nas áreas de lanchonetes, vestiários e banheiros.

Dentre as intervenções realizadas, houve ainda a ampliação das áreas de circulação das arquibancadas, que passaram de 1,20m para 2,40m de largura nos corredores de acesso aos assentos, promovendo maiores espaços para a circulação de torcedores, principalmente dos cadeirantes e de pessoas com mobilidade reduzida. Essas áreas ganharam espaços especiais com muito mais conforto.

Com as reformas, o Estádio Presidente Vargas passou a contar, pela primeira vez, com uma sala de áudio com sistema completo de sonorização, com instalação de postes com 20 alto-falantes, cada um com potência de 400 watts. Houve ainda melhorias estruturais nas torres de iluminação do campo, com reforço nos suportes e lajes, além da substituição dos refletores com novas lâmpadas a vapor de mercúrio, possibilitando maior visibilidade e aumentando a segurança dentro do estádio.

Na semana passada, foi feita uma nova vistoria com a presença de representantes da Seinf, Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Secel), Ministério Público do Ceará, Célula de Vigilância Sanitária e Corpo do Bombeiros, para os últimos ajustes antes da liberação do estádio, já visando às próximas competições, como o Campeonato Brasileiro, nas séries B e C, que terá início ainda neste mês de maio.

“A Prefeitura de Fortaleza uniu esforços, tanto de pessoal como financeiro, para entregar o estádio de volta ao torcedor. A setorização das arquibancadas, uma das principais queixas dos órgãos de segurança, foi sem dúvida uma das principais mudanças para a equipamento, que desde a sua inauguração não oferecia nenhuma segregação entre as duas torcidas”, disse Manuela Nogueira, secretária da Infraestrutura de Fortaleza.

Segundo a secretária, até agosto deste ano, alguns serviços continuam sendo realizados no Estádio Presidente Vargas, como a finalização da numeração dos assentos e pintura dos gradis e corrimãos, localizados nas áreas de bilheteria e rampas. “Vale salientar que estes serviços não impendem a utilização do estádio, já que serão realizados ao longo da semana, em horário comercial” disse ela.

O prefeito Roberto Cláudio destacou a importância de reabrir o Estádio Presidente Vargas para a realização de jogos “por tratar-se da nossa praça esportiva que é mais identificada com o torcedor da cidade, já que a sua localização é central para quem se desloca de todas as regiões da Capital. O PV está na vida do amante do futebol e a Prefeitura cumpre o seu papel de modernizar o estádio, conservando a sua estrutura física, com adequação própria no sentido de garantir mais conforto e segurança a quem frequentar o mais tradicional espaço futebolístico de Fortaleza”, afirmou o Prefeito.

Com informação da A.I

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp