Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Procon Fortaleza, órgão de defesa do consumidor, afirmou nessa segunda-feira que abriu processo administrativo contra os Correios para que a estatal apresente num prazo de até 10 dias um plano de ressarcimento dos clientes prejudicados com a perda de correspondências ou produtos destruídos no incêndio no Centro de Triagem dos Correios em Fortaleza.

O Centro de Triagem de Cartas e Encomendas dos Correios, na avenida Oliveira Paiva, pegou fogo na terça-feira passada. O galpão ficou inteiramente destruído. Apenas a parte administrativa não foi consumida pelo fogo.

Os Correios afirmam que só podem apresentar um plano de ressarcimento após uma perícia para identificar as causas do incêndio. Para o Procon, a análise da Perícia não pode prejudicar o andamento desse ressarcimento. E, caso o Procon não aceite as justificativas dos Correios, eles podem ser multados em até 11 milhões de reais.