Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os consumidores cearenses estão mais exigentes e buscando os órgãos de proteção para resguardarem seus direitos. A constatação é da coordenadora geral do Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) da Assembleia Legislativa do Ceará, Anna Waleria Sampaio. Somente no Procon que funciona da Assembleia foram registrados mais de 700 atendimentos no mês de janeiro, período de recesso da Casa. O número ultrapassou ao registrado no mesmo período do ano passado. Entre orientações e registro de reclamações foram realizados 717 atendimentos. Já em janeiro de 2016, o Procon atendeu a 612 procedimentos.

A coordenadora explica que o crescimento mostra que o consumidor está se tornando cada vez mais exigente, crítico e atento à qualidade do que adquire. O Procon fica localizado no Edifício José Euclides Ferreira Gomes, anexo II da Assembleia Legislativa, na esquina da rua Barbosa de Freitas com avenida Pontes Vieira funciona desde 2001.

Os consumidores que procuram o Procon Assembleia contam ainda com o serviço de cálculo revisional de veículo, moto, cartões de crédito e empréstimos consignados. Além de Call Center, que são linhas diretas com as operadoras de cartões de crédito, financeiras, telefonia e serviços essenciais. Recentemente, foi inserido um terminal do SPC/Serasa, onde é possível consultar os nomes dos consumidores.

Na sede do Procon também são realizadas audiências de conciliação entre consumidores e fornecedores. O atendimento realizado das 8h às 17h é gratuito e a população pode tirar dúvidas pelo telefone 0800-2752700.