Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com a chegada do primeiro lote de vacinas da Pfizer ao Ceará, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realizou, nesta terça-feira (04), uma capacitação com os profissionais de saúde que atuam diretamente na logística e aplicação da vacina, envolvendo orientações sobre segurança na administração do imunobiológico. 

A capacitação ocorreu presencialmente, em grupos, respeitando as normas de segurança e envolveu uma equipe de 60 enfermeiros que atuam na vacinação do Centro de Eventos.

Chegada da vacina

O Ceará recebeu, no último domingo (02/05), o primeiro lote de vacinas da marca Pfizer, com cerca de 17,5 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde, de acordo com o Governo do Estado. As doses serão repassadas ao Município e utilizadas nos grupos prioritários elencados pelo Plano Nacional de Imunização.

Sobre a vacina Pfizer

Desenvolvida pela empresa Pfizer em parceria com a BioNTech, a vacina foi aprovada para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 23 de fevereiro. O estudo clínico de fase 3 com a vacina foi realizado com, aproximadamente, 2,9 mil voluntários no Brasil e 44 mil no Mundo, com eficácia global de 95%.

O esquema do imunobiológico é de duas doses e a aplicação é via intramuscular no braço, semelhante às aplicações da CoronaVac e AstraZeneca. Caso a pessoa tenha algum sintoma de Covid-19, é necessário aguardar 30 dias após o primeiro dia de sintomas para receber qualquer uma das três marcas de vacina.

Diferente das duas marcas já utilizadas pelo Município, a vacina Pfizer deve ser armazenada em freezer entre -90ºC e -60ºC, sendo transferida para descongelamento na temperatura entre 2ºC e 8ºC e diluída em cloreto de sódio. Além disso, diferente da CoronaVac e AstraZeneca, com doses de 0,5ml, cada frasco da vacina Pfizer contém seis doses de 0,3ml.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp