Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Cerca de 200 profissionais da saúde de Caucaia participaram nessa quinta-feira (26) de requalificação do matriciamento em atendimento para pacientes da rede de saúde mental. A atividade envolveu médicos, enfermeiros, psiquiatras e agentes comunitários de saúde na Faculdade Terra Nordeste (Fatene) para fortalecer e compartilhar o trabalho implantado há cerca de um ano pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O matriciamento é um modo de atendimento em saúde no qual duas ou mais equipes unem-se em um processo de construção compartilhada.

“Fizemos uma requalificação deste trabalho, principalmente focando os novos profissionais que estão atuando em Caucaia e precisam ser capacitados nesta proposta”, conta a enfermeira Simara Moreira, assessora da Atenção Primária em Saúde da SMS.

A proposta do encontro também foi expandir o trabalho “compartilhando as experiências conquistadas até agora para motivar e sensibilizar as equipes médicas da necessidade e da importância do matriciamento em Caucaia”, enfatiza. Ela conta que alguns pacientes atendidos no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD), por exemplo, poderiam ser atendidos em uma Unidade de Atenção Primária em Saúde (Uaps).

“O objetivo do Caps AD é o acompanhamento de pacientes com transtornos mentais mais graves. Os pacientes diagnosticados em grau leve podem ser conduzidos dentro do próprio território onde moram, pela equipe da Atenção Primária em uma unidade próximo de casa”, descreve Simara Moreira.

Além de fortalecer o processo de matriciamento em Caucaia e expandir para os novos profissionais em atuação no município, o encontro formulou um cronograma de encontros para o matriciamento se manter, “o que vai garantir a identificação das principais dúvidas e fragilidades encontradas pelos profissionais durante o trabalho.”

 

 

 

 

 

 

 

(*)com informação da A.I

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp