Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com o objetivo de garantir a segurança alimentar de crianças e adolescentes atendidos por instituições de caridade, o Programa Mais Nutrição foi criado há pouco mais de seis meses e já alcançou números significativos nesse pequeno espaço de tempo. Nesse período, já foram distribuídos 162.657 kg, que beneficiaram, até o momento, 14.287 pessoas acolhidas por 75 entidades nos municípios de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú.

As instituições foram contempladas com doação de frutas, legumes e verduras, além do mix de legumes produzido na fábrica construída na Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa), que recebeu, na manhã desta sexta-feira (27), a visita do governador Camilo Santana e da primeira-dama do Ceará, Onélia Santana. Na ocasião, eles visitaram setores de onde são realizados os processos de desidratação, envase, produção de polpas, manipulação, expedição e estocagem. Também acompanharam o momento os secretários de Estado Socorro França (Proteção Social) e Francisco De Assis (Desenvolvimento Agrário), além do presidente da Ceasa, Maximiliano Quintino.

Os produtos doados pelo programa têm se destacado não só pela ajuda financeira que representa para as instituições, mas também pelo sabor e valor nutritivo que os alimentos possuem. O governador Camilo Santana destacou que o trabalho conjunto de vários atores sociais vem modificando a realidade de pessoas que necessitam desse auxílio.

Aqui é o resultado concreto de várias mãos em parceria. A fábrica funciona na Ceasa, onde há a doação de alimentos pelos permissionários e esses alimentos são transformados em sopas, refeições desidratadas, polpa de frutas, além de ter a doação de produtos naturais como legumes, frutas, verduras. É um projeto social que une iniciativa privada, permissionários, Governo e entidades sociais. O programa tem o objetivo de evitar o desperdício de alimentos e garantir uma nutrição adequada – aqui tem especialistas que mantém a qualidade nutricional, comentou o chefe do Executivo estadual.

De acordo com ele, a meta é levar a mais cearenses os benefícios da iniciativa.

Nós estamos dando exemplo de papel social em um projeto belíssimo. A ideia é que a gente possa ampliar não só o número de entidades, mas também a oferta desses produtos. Aproveitamos o final do ano para visitar a fábrica e é um sentimento de muita alegria ver o resultado disso. Que esse espírito de fraternidade, acolhimento, amor ao próximo possa cada vez mais alimentar o coração dos nossos irmãos cearense em 2020 e que esse projeto, que já é um sucesso, possa se reproduzir e atender cada vez mais crianças e jovens, desejou Camilo.

A iniciativa está dentro do Programa Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama Onélia Santana. Ele foi estruturado para evitar o desperdício de alimentos, enfrentando a fome e promovendo alimentação saudável. O programa tem como objetivo manter um banco de alimentos in natura aproveitando os que seriam desperdiçados pelos comerciantes da Ceasa por questões estéticas, mas que permanecem adequados ao consumo humano e com suas características nutricionais preservadas.

Ao ver os primeiros resultados alcançados pelo Mais Nutrição, Onélia Santana comemora, mas já planeja metas mais ousadas.

É um momento de felicidade ver que a fábrica logrou êxito, que as famílias estão sendo acolhidas pelas entidades e que estamos estimulando o desenvolvimento das nossas crianças. O Mais Nutrição chegou para acolher melhor, focar no desenvolvimento integral das crianças, garantindo a segurança alimentar delas. Já temos um resultado bastante satisfatório com 75 entidades recebendo seus alimentos. Para gente, é uma alegria saber o resultado do trabalho de uma equipe unida em prol do desenvolvimento das crianças do nosso estado e chegar no final do ano e ouvir tantos depoimentos de gratidão. A nossa meta é chegar no próximo ano a 95 entidades e elevar ainda mais o número de crianças atendidas, enalteceu a primeira-dama.

Alimentação de qualidade

Além das frutas, legumes e verduras que apresentavam boas condições de consumo, mesmo sem bom aspecto estético para a comercialização, o programa distribui um nutritivo mix de legumes, produzido na fábrica da Ceasa e que tem feito muita criança comer o que antes tinha objeção. O produto é feito através da desidratação de legumes (mandioca, cenoura, batata, abóbora, beterraba), mantendo o teor nutricional dos alimentos e garantindo a proteína, carboidrato e micronutrientes. A fabricação conta com a doação mensal de macarrão do Grupo M. Dias Branco. O mix tem ampla capacidade de atendimento, por ser de fácil e rápido preparo. Um quilo da mistura pode render até 80 porções para crianças. O prazo de validade para consumo é de um ano. Do total doado, 160.565 quilos são de alimentos in natura e 2.092 de mix de legumes.

Das entidades beneficiadas está a Associação Desenvolvimento Comunitário Baixa das Carnaúbas, localizada em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. A instituição atende cerca de 40 crianças e adolescentes até 16 anos e mais de 60 mulheres, todos em situação de vulnerabilidade social.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp