Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O projeto que regulamenta o serviço prestado por aplicativos de transportes aprovado pelo Senado com emendas será agora analisado pela Câmara, que tem duas opções: deixar as alterações feitas pelos senadores ou retoma o texto original. Qualquer que seja a decisão, a proposta seguirá para a sanção presidencial após a análise dos deputados.

O projeto é de autoria do deputado Carlos Zarattini (SP) visava  beneficiar os taxistas. Mas o acerto para retirar do texto aprovado a obrigatoriedade da placa vermelha e de o condutor não precisar ser proprietário do veículo foi fruto de um acordo de líderes em uma reunião fechada que durou mais de duas horas.