Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O PSB resolveu fechar o acordo eleitoral com o Partido dos Trabalhadores, na tarde dessa quarta-feira e frustrou a expectativa do candidato do PDT, Ciro Gomes, que contava com a aliança com os socialistas para fortalecer sua campanha ao Palácio do Planalto.

Pelo acordo, o PT vai retirar a candidatura da vereadora do Recife Marília Arraes ao governo de Pernambuco, e apoiar o governador Paulo Câmara, a reeleição. O PSB deve anunciar, na convenção de domingo, sua neutralidade para o primeiro turno das Eleições 2018, em relação às candidaturas à Presidência da República.

Com a decisão, o candidato Ciro Gomes (PDT) fica isolado na disputa e com pouco tempo de televisão. O PSB deverá também liberar os seus diretórios a se aliarem a candidatos do PT, em cerca de 14 Estados, inclusive em Minas Gerais, onde o ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda poderá ficar sem legenda.

Esse é o segundo revés de Ciro nas negociações visando o pleito de outubro. Antes ele perdeu o apoio do Centrão para o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin.

COM AGÊNCIAS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp