Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo do Ceará e os prefeitos de várias regiões do estado assinaram, na manhã desta segunda-feira (20), os termos de adesão ao Programa Garantia Safra 2021-2022. Nesta edição, o programa deve atender quase 200 mil agricultores familiares em todo o Ceará.

. A adesão é realizada anualmente em parceria com municípios, Estado e a União, por meio do Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento (Mapa).

O objetivo do Garantia Safra é garantir a segurança alimentar de agricultores familiares que residam em regiões com risco de perda de safra, por razão de estiagem ou enchentes. Serão beneficiados agricultores com renda mensal de até um salário-mínimo e meio, quando tiverem perdas de produção em seus municípios igual ou superior a 50%.Caso haja a necessidade de liberação do benefício para os agricultores no próximo ano, poderão ser injetados na economia cearense cerca de R$ 107 milhões, oriundos de contrapartidas municipais, estadual e federal.

Na oportunidade, Camilo Santana anunciou que convocará, em janeiro de 2022, os aprovados no concurso da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce). O chefe do Executivo estadual também reforçou que será realizado concurso público para a SDA.

Pagamentos Garantia Safra 2020-2021

O pagamento da edição 2020-2021 está sendo efetuado desde o último 10 de dezembro. Foram contemplados 162 municípios, somando um total de 119.942 beneficiários com uma única parcela de R$ 850,00, o que representa a injeção de quase R$ 102 milhões na economia do Estado.

(*) Com informações Governo do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp