Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com a prorrogação do pagamento do auxílio emergencial, milhares de cearenses ficaram com dúvidas sobre quem ainda terá direito ao benefício e, por isso, é preciso ficar atento as mudanças para continuar recebendo o dinheiro extra.

Entre as novas regras para ser elegível à extensão do programa, os beneficiários que passaram a ter vínculo empregatício, ou seja, que conseguiram um trabalho após o início do recebimento, não terão direito aos R$ 300.

Aqueles que obtiveram benefício previdenciário ou assistencial, do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal no período também não recebem.

O ministério pontua ainda que a concessão dos R$ 300 levará em conta a declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física de 2019, não mais de 2018, como foi considerado na primeira fase do programa.