Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Cerca de 58 radares de velocidade serão instalados em trechos considerados críticos em rodovias federais do Ceará, ema té dois meses, segundo informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). As rodovias que receberão os equipamentos serão a BR-116, a BR-222 e a BR-020, em 58 trechos considerados críticos em relação a acidentes, geografia, topografia e configuração das vias, segundo o Dnit.

Atualmente, os 151 radares antigos, desabilitados desde janeiro, estão sendo retirados pela empresa contratada. A superintendente do Dnit no Ceará, Liris Silveira, afirmou que simultaneamente o órgão estuda outras condições de instalação. De acordo com a superintendente, a empresa contratada apresentou um novo projeto e tem um mês para tirar todos os equipamentos antigos. Enquanto isso, o órgão realiza a aprovação dos estudos técnicos e, logo em seguida inicia a implantação dos equipamentos.

No Ceará, os radares estão sem funcionar desde o dia 14 de janeiro, quando o contrato com a empresa antiga venceu. Em agosto, o presidente Jair Bolsonaro havia determinado, em decreto publicado no Diário Oficial da União, a suspensão do uso de radares em rodovias de todos os país.

Diante destes impasses, órgãos federais firmaram acordo. “Ficamos aguardando até que houve acordo entre o Ministério Público, o Dnit e a Justiça Federal para que voltássemos a implantar”, comenta a gestora.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp