Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A crise dos servidores públicos federais com o presidente Jair Bolsonaro (PL) pode chegar na justiça. Além da greve iminente a insatisfação geral deve ganhar uma proporção maior. Ainda que o tema não esteja sendo discutido neste final de ano, não seria a primeira vez que os membros do funcionalismo público brasileiro tendem a acionar o judiciário e podem fazê-lo sob os princípios constitucionais da isonomia e da impessoalidade.

Confira na íntegra a participação do correspondente Carlos Alberto no Jornal Alerta Geral desta segunda-feira (27)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp