Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec) sediou, nesta terça-feira (21/03), reunião da Rede de Escolas de Governo do Estado. O encontro marcou o início da discussão do Plano Estratégico (PE) da entidade, para o biênio 2017-2018.

Os representantes das instituições receberam as boas-vindas do coordenador-geral da Esmec, juiz Ângelo Bianco Vettorazzi. O magistrado falou sobre a reforma administrativa do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que dotará a Escola de uma nova racionalidade funcional.

O magistrado também destacou que é orientação da atual gestão da Esmec o planejamento a longo prazo. “Estar numa rede é de grande valia para essa nova visão de planejamento da Escola, uma vez que junto a outras escolas podemos compreender o que cada uma faz, e vermos o que podemos construir juntos”, disse.

Ele acrescentou que a Esmec “está sempre de portas abertas para a Rede de Escolas. Temos salas de aula à disposição e um auditório com 300 lugares fixos, onde podem ser desenvolvidas atividades do colegiado”.

O evento foi presidido pela coordenadora-geral da Rede, Maria Hilária de Sá Barreto, diretora executiva do Instituto Plácido Castelo (IPC/TCE). O debate sobre o PE foi conduzida por Marilac Coelho, assessora de Desenvolvimento Institucional da Escola de Saúde Pública (ESP).

A próxima reunião do grupo está marcada para 25 de abril, na Escola de Gestão Penitenciária e Ressocialização, da Secretaria Estadual de Justiça.

A Rede, formada por quatorze escolas, difunde metodologias destinadas à melhoria das atividades de ensino, e cria mecanismos de divulgação das boas práticas educacionais, através dos sites institucionais, de seminários, simpósios e outros eventos. Além disso, incentiva a participação dos trabalhadores do serviço público em cursos e outras ações pedagógicas realizadas em conjunto pelas escolas.

REDE DE ESCOLAS

São integrantes da Rede: Escola Superior da magistratura do Ceará (Esmec); Escola Superior de Contas e Gestão Pública Waldemar Alcântara (IESWA); Instituto Municipal de Pesquisa, Administração e Recursos Humanos de Fortaleza (IMPARH); Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp); Escola Superior do Ministério Público do Estado (ESMP); Fundação Escola Superior de Advocacia (Fesac); Escola de Gestão Penitenciária e Ressocialização (EGPR); Escola de Gestão Pública do Ceará (EGP); Universidade do Parlamento Cearense (Unipace); Escola de Saúde Pública (ESP); Escola Superior da Defensoria Pública do Ceará; Instituto Escola Superior de Contas e Gestão Pública Ministro Plácido Castelo (IPC); Escola de Justiça Eleitoral do Ceará (EJE); Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH).

Com informação da A.I

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp