Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Para reforçar a segurança e o sistema penitenciário, o governador do Ceará, Camilo Santana, afirmou nesta quarta-feira (2), que o Ceará terá duas novas unidades prisionais com vagas para 2 mil internos ainda neste ano. Os detalhes de quando começam as obras e onde serão instalados os presídios ainda não foram informados. Ainda de acordo com Camilo, as atuais unidades serão ampliadas para receber mais detentos.

Um dos objetivos é comportar cerca de 150 presos suspeitos de envolvimento na onda de ataques no Ceará em setembro. Atualmente, as unidades prisionais do Ceará têm 9,5 mil vagas e abrigam 14,5 mil internos.

O Ceará teve mais de 100 ataques entre 20 e 30 de setembro coordenados por membros de uma facção criminosa. De acordo com o Governo do Estado, 157 suspeitos foram presos por envolvimento nos ataques.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp