Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Segundo o Boletim Estatístico da Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, nos primeiros sete meses deste ano, foram registradas 193.914 indenizações pagas às vítimas de acidentes de trânsito em todo território nacional. Desse total, 31% foram no Nordeste. O Ceará é o segundo colocado em indenizações por morte no transito e o primeiro em casos de invalidez permanente na região. Foram 1.325 indenizações por morte em todo o estado. Apesar disso, os números mostram que houve uma redução de 5,81% quando comparado com o mesmo período de 2017. Os casos de invalidez permanente tiveram redução ainda maior, de 29,29% .

O Sudeste e Nordeste concentraram a maior incidência dos acidentes fatais, com 34% e 32%, respectivamente, sendo que, na primeira, há maior participação dos automóveis do país, com 42%, e, na segunda, predominaram os acidentes envolvendo mortes com motocicletas, representados por 67%.

Segundo o Denatran, até junho deste ano, o Ceará possuía uma frota de 1 milhão 178 mil 738 carros e 1 milhão 513 mil 672 motocicletas.

Confira mais informações no player abaixo:

CARLOS-SILVA-DPVAT