Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Policiais e bombeiros se reuniram nesta segunda-feira (10), com o Governo do Ceará para debater a reestruturação da carreira dos profissionais da segurança pública. O encontro terminou sem acordo e foi marcado uma nova reunião, na quinta-feira (13), para debater o reajuste salarial dos militares.

Na semana passada, o Governo do Estado enviou à Assembleia Legislativa um projeto de reestruturação da carreira da categoria com a proposta de aumentar o salário base em 4,8%, parcelando o reajuste até 2022. Os profissionais reivindicam um acréscimo salarial de 35%.

A remuneração é de, atualmente, R$ 3.475,74 e, com a reestruturação, um soldado passará a ter um salário de R$ 4.206,23, em 2022. Até chegar a esse valor, a remuneração vai subindo progressivamente. Os agentes da segurança e deputados que defendem a categoria disseram que a proposta não agrada a categoria e protestou contra o projeto.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp