Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou nesta quinta-feira que a Casa deverá apresentar ao Supremo Tribunal Federal (STF) em breve uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), questionando a quem cabe a decisão final sobre a cassação do mandato de deputados.

Em resposta a jornalistas, após reunião com a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, Maia comentou o caso específico do deputado Paulo Maluf (PP-SP), condenado a 7 anos e 9 meses de prisão por decisão do ministro Edson Fachin, também do STF. Na sentença, Fachin afirma que a decisão final sobre a perda do mandado de Maluf cabe à Mesa da Câmara e não ao Plenário.

Maluf está preso em Brasília desde dezembro no ano passado. “Há uma decisão judicial para que a Mesa [da Câmara dos Deputados] decida e há a um questionamento da assessoria jurídica da Câmara, que entende que a decisão seria do Plenário”, explicou Maia.

“Nós vamos cumprir a decisão [do STF]. Mas há a possibilidade também de, nos próximos dias, a gente entrar com uma ADPF querendo que o Supremo opine sobre essa questão”, adiantou.