Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A ministra do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) afirmou na noite deste sábado (6) que a “democracia não é obra acabada”.É conquista diária em constante construção“. O pronunciamento foi feito um dia antes das eleições, em rede nacional de televisão.  

Rosa fez um apelo ao voto consciente e explicou que a eleição é decidida a partir dos votos válidos. São considerados votos válidos aqueles que excluem brancos e nulos — ou seja, os que necessariamente são declarados a favor de uma candidatura. Para ser eleito em primeiro turno, o (a) candidato (a) precisa obter no mínimo 50% mais um voto do total de votos válidos. 

A presidente manifestou o desejo de que os eleitores “retornem ao dicionário da nossa vida cívica palavras como diálogo e tolerância?. E emendou: ?É legítimo e saudável que todos exerçamos nossas escolhas observadas as regras do jogo democrático, mas o façamos de ver quem pensa diferente de nós como alguém que merece respeito, como nós merecemos respeito”, disse. 

Durante sua fala, a ministra reforçou ainda que a Justiça Eleitoral trabalha para manter a lisura do processo e reforçou que as urnas eletrônicas são confiáveis, ágeis e auditáveis. Ela disse que o mecanismo de voto é usado há 22 anos no país “sem sequer um caso comprovado de fraude?. Rosa Weber afirmou que os sistemas eletrônicos do tribunal vêm sendo aperfeiçoados ao longo deste período.