Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O uso de energias limpas foi destaque na missão internacional do Consórcio Nordeste, que terminou ontem (18) em Paris. Com interesse na criação de ‘blue corridors’, uma rota de transporte de gás natural entre os nove estados nordestinos, os governadores estiveram com representantes da Golar Power, joint venture entre a norueguesa Golar e o fundo norte-americano Stonepeak.

O jornalista Carlos Alberto Alencar, em seu comentário, nesta terça-feira (19), no Jornal Alerta Geral (FM 104.3 – Grande Fortaleza + 26 emissoras + redes sociais), informou que, o projeto de integração no Nordeste, denominado “Rota Azul”, inclui a instalação de postos de combustíveis capazes de fornecer gás natural liquefeito (GNL) para veículos de carga.

Carlos Alberto ainda acrescenta que um dos benefícios do uso de GNL é a redução da emissão de poluentes. O Nordeste possui uma extensa malha de gasodutos cobrindo o litoral e a maior malha de rodovias do Brasil, além de complexos portuários com infraestrutura para atender a demanda interna e externa.

Os estados nordestinos se destacam pela presença expressiva de fontes renováveis de energia. A fonte eólica já é responsável por 29% da matriz elétrica da região, enquanto a solar responde por 3%.

Confira na íntegra o comentário do jornalista Carlos Alberto Alencar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp