Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As perícias médicas do INSS estão sendo retomadas de forma gradual, para evitar a propagação da Covid-19 entre segurados e profissionais. De acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, desde o retorno das atividades periciais até o dia 8 de outubro, 162.253 agendamentos foram solicitados.

O atendimento tem que ser agendado pelo Meu INSS ou pelo 135 por quem busca a concessão de benefícios como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, aposentadoria da pessoa com deficiência e BPC. Cerca de 325 agências estão aptas a funcionar com segurança atualmente.

Para receber um benefício por incapacidade, o trabalhador precisa agendar uma perícia e ser avaliado por um médico perito do INSS. Para quem trabalha com carteira assinada, o patrão paga os valores até o 15º dia de afastamento; a partir do 16º, o pagamento é feito pelo INSS.