Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O rito de canonização da brasileira Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, a irmã Dulce e de outros quatro beatos, realizado na manhã de hoje (13), na Praça São Pedro, no Vaticano, foi acompanhado por cerca de 50 mil pessoas

A Santa Sé estima que em torno de dez mil brasileiros participaram da celebração litúrgica. Entre eles, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffolli.

O Papa Francisco canonizou, além da primeira santa brasileira, a italiana Giuseppina Vannini; a suíça Margarida Bays; o inglês John Henry Newman e a indiana Maria Teresa Chiramel Mankidiyan.

A irmã Dulce, nascida em 26 de maio de 1914, em Salvador, passa agora a ser conhecida como Santa Dulce dos Pobres, grupo ao qual se dedicou desde o início da adolescência, quando passou a acolher moradores de rua e doentes em sua casa, transformando a residência da família, no bairro de Nazaré, em um centro de atendimento. No processo de sua canonização, dois milagres lhe foram atribuídos.

*(Com informações da Agência Brasil)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp