Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Após anunciar a liberação de saques de contas ativas e inativas do FGTS, o governo federal antecipou a primeira parcela do 13° para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que será liberada entre o fim de agosto e o início de setembro. As medidas surgem como injeção na economia, que deve receber mais de R$ 50 bilhões nos próximos meses.

Quase 30 milhões de segurados serão pagos, o que representa um impacto de R$ 21,9 bilhões de forma imediata. Somado à isso, haverá R$ 30 bilhões que poderão ser sacados do FGTS e do PIS-Pasep nos próximos quatro meses pelos servidores brasileiros.

A afim de recolocar a economia no crescimento, o governo tem pressão nos resultados de tais medidas. Nessa perspectiva, a antecipação da primeira parcela do 13º para beneficiários do INSS, que já vinha correndo via decreto presidencial, agora será pago permanentemente nos meses de agosto e setembro, conforme medida provisória de Bolsonaro.