Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com apenas 4,2 % do público-alvo vacinado, o Ministério da Saúde ampliou a vacinação contra o sarampo, da população de 20 a 49 anos, para até 31 de agosto, em todo o país.

Segundo dados das secretarias estaduais de saúde, desde o início da campanha em 16 de março, foram registrados no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, 3,7 milhões de pessoas vacinadas nessa faixa etária.

Nesta quarta etapa da Mobilização Nacional de Vacinação contra o Sarampo, a população alvo nesta faixa de etária soma um total com cerca de 90 milhões de pessoas.

Em caso de dúvida, a orientação é procurar a unidade básica de saúde mais próxima levando o cartão de vacinação e um documento. Lá a situação vacinal será avaliada e atualizada conforme recomendações do calendário básico de vacinação.

Para tornar a estratégia de vacinação viável, foram enviadas 4,3 milhões de doses extra da vacina, além do quantitativo para o atendimento de rotina. Também se encontra encaminhada a aquisição emergencial de 29 milhões de seringas e agulhas para apoiar os estados no andamento da operacionalização da vacinação.

Se a pessoa não tomou nenhuma dose da vacina, perdeu o cartão ou não se lembra, deve receber apenas uma dose da vacina.

PANDEMIA X VACINAÇÃO

Mesmo em meio a pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Saúde tem alertado sobre a importância da vacinação contra o sarampo, devido a sua gravidade, e também, sua alta taxa de transmissibilidade, onde um único individuo infectado pode infectar e transmitir o vírus para outras 18 pessoas.

Essa transmissão ocorre, por via aérea ao tossir, espirrar, falar, o que não faz necessário o contato físico direto para que ocorra uma infecção pela transmissão do vírus.

(*) Com informações Agência Brasil.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp