Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria Estadual da Saúde divulgou na tarde desta quarta-feira (28) o primeiro óbito causado pelo sarampo na cidade e no estado de São Paulo desde o começo do surto da doença neste ano. De acordo com a secretaria, é a primeira morte no estado desde 1997. A vítima é um homem de 42 anos, sem registro de imunização. Ele morava em Itaquera, Zona Leste da capital, chegou a ficar internado no hospital e morreu em 17 de agosto. O homem não possuía o baço, órgão do sistema linfático responsável por, entre outras funções, produzir e armazenar células de defesa do corpo.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que fez o fechamento na região onde a vítima morava, no hospital, próximo à família dele e no local onde ele trabalhava. Além disso, aplicou vacinas nas pessoas que vivem ou trabalham nesses locais. A suspeita é que a vítima tenha contraído sarampo de duas sobrinhas.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa que pode evoluir para complicações e levar à morte. De acordo com o balanço da Secretaria da Saúde divulgado na semana passada, o estado tem 2.457 casos da doença, sendo 66% na capital paulista, o que equivale a 1.637 pessoas contaminadas pela doença.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp