Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria Municipal de Saúde mobilizou os colegiados da Atenção Primária e Atenção Secundária para avaliar os indicadores de saúde e a situação epidemiológica da população de Caucaia. O debate dará origem a medidas para maior proteção da população contra doenças que podem levar pacientes a óbitos.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Município, em 2018, de janeiro até o momento, foram registrados 877 óbitos em Caucaia. No ano anterior inteiro foram 2.126. “O nosso objetivo é gerar informação para a tomada de decisões”, justifica o coordenador de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Adriano de Souza.

Durante a reunião realizada na segunda-feira, cujos as informações e medidas já estão sendo estudadas pela Secretaria de Saúde, os integrantes dos colegiados debateram as principais doenças, como  doenças do aparelho circulatório, causas externas, neoplasias, e doenças dos aparelhos respiratório e digestivo.

“Por sua relevância, essa pauta precisa ser analisada e debatida de forma massiva. Os indicadores são orientadores para remodelagem e redefinição de políticas, além de embasar planos de enfrentamento a esses agravos”, destacou o secretário de Saúde Moacir Soares, que participou da reunião ao lado dos representantes das Unidades Básicas de Saúde, do Hospital Municipal Abelardo Gadelha da Rocha, da Maternidade Santa Terezinha e das Unidades de Pronto Atendimento.

*Conteúdo Grande Porto